Quanto Deveria Cobrar em Seus Serviços de Mídias Sociais?

Postado em Maio 9, 2016 de

PT-Quanto-Deveria-Cobrar-em-seus-Servicos-de-Midias-Sociais-

Esse artigo é uma tradução e adaptação do original em inglês escrito por . Para ler o original clique aqui ou continue lendo em português.

Você já fez isso. Você é oficialmente um profissional de mídias sociais (freelancer). Você tem tudo que precisa: o seu site, cartões de visita, endereço de e-mail oficial.

Mas há apenas uma coisa que falta: novos clientes.

É mais provável que você tenha um punhado de clientes que você tem trabalhado a longo prazo. Você sabe, aqueles que te inspirou a mergulhar neste negócio de freelancer. Mas como o passar do tempo, seus novos leads parecem sumindo. O que poderia ser?

Você já deu uma olhada em sua estrutura de preços? Isso poderia ser o principal culpado. Enquanto você definitivamente não deve se menosprezar, existe sempre a possibilidade de você estar colocando um preço maior que o do mercado.

Neste post, vamos falar sobre como descobrir se você está cobrando demais por seus serviços de mídias sociais e como construir uma estrutura de preços mais favoráveis ao cliente.

Todos Ganham Dinheiro

Vamos encarar. Este é um dos assuntos mais delicados quando se trata de freelancer, ou qualquer trabalho desse assunto.Todo mundo cobra um preço por seus serviços, mas é difícil iniciar uma conversa de como ou por que eles cobram o que eles fazem. Então, quando você cria sua estrutura de preços, na maioria das vezes é um tiro no escuro.

Quando você começou, você pode ter dado desconto ou serviços gratuitos criar um nome a fora. Em seguida, à medida que mais clientes começaram a aparecer suas despesas começaram subir, você aumentou seus preços para cobrir o que você estava gastando e ainda tirar um lucro. Parece razoável, certo?

Bem, dependendo do seu mercado alvo, o que é razoável para você, pode estar fora do orçamento deles. Então, como você pode decidir sobre uma taxa mais acessível para os seus serviços?

Primeiro, vamos dar uma olhada nos mercados que você está servindo.

O Mercado Alvo Importa

Quem você trabalha pode ter uma grande influência sobre a forma como você cobra seus serviços. Por exemplo, o meu negócio pessoal tem como alvo os proprietários do estúdio de yoga e fitness praticantes. Geralmente esses empresários são proprietários em nome individual ou parcerias e geralmente não têm um grande orçamento para marketing. Então eu preciso para cobrar meus serviços com isso em mente. Eu posso oferecer um preço mais baixo por projeto, mas estarei preparada para trabalhar dobrado de uma só vez para compensar financeiramente.

Cada situação será única, mas se você está trabalhando com empresas de pequeno porte ou em um nicho de especialidade como entidades sem fins lucrativos, seus orçamentos podem ser mais limitados do que se você estivesse trabalhando com pequenas e médias empresas. Tire algum tempo para pesquisar o “terreno” e descobrir o tipo de orçamento de marketing típico de seu mercado-alvo.

Então considere quão esclarecido seus potenciais clientes são. O proprietário de uma pequena empresa com pouca experiência em serviços de mídias sociais pode estar disposto a gastar 10-20 por cento do seu orçamento, enquanto uma empresa maior, com mais conhecimento no ambiente pode alocar uma parte maior. Você pode até mesmo fazer uma pesquisa de negócio que se encaixa no seu perfil de cliente para ter uma ideia do que eles estão dispostos a gastar.

Em seguida, vamos entrar na próxima camada de sua estratégia de preços: cobrindo suas despesas.

Gastar Dinheiro para Ganhar mais Dinheiro

Não é nenhum segredo que, quando você gerencia um negócio, você tem despesas que precisam ser cobertas. Coisas como material de escritório, contas de telefone celular e internet. Mas para um profissional de mídia social, existem outras coisas que entram em jogo:

  • Pagamento do domínio de website
  • Sua própria propaganda de mídia social
  • Ferramentas de mídias sociais
  • Café (para as horas extras)

Como você provavelmente sabe, esses tipos de coisas podem se tornar caras muito rapidamente. Uma maneira fácil de colocar alguns reais fora dessa lista e ainda fazer o suficiente para lucrar com os seus serviços, é re-avaliar o que você está usando e ver se há uma opção melhor e com menor custo por aí. Dê uma olhada em algumas dessas idéias:

Wix  para seu website

Um criador de website super intuitivo que pode te ajudar a criar um site/blog com aparência elegante sem um preço elevado. Existem diversos modelos prontos que você pode adaptar. Eles ainda fornece e uma opção para loja virtual, configurações para SEO juntamente com um serviço do Google Analytics. Dependendo do plano escolhido você ganha o domínio grátis por 1 ano, e também pode usar/transferir um domínio próprio já existente, você escolhe!

Preço: R$28,90 mensais, é para o plano mais usado (pequenas empresas e freelancers) e para eCommerce o valor mensal é de R$37,25 – Mais opções aqui.

Versão grátis não é possível criar um próprio domínio sem o nome “wix”.

Captura-de-Tela-94

Ferramentas de Mídias Sociais

Ao procurar uma ferramenta social, você quer algo que inclua o máximo de recursos possível, tanto quanto, ser de fácil utilização e baixo custo. A Agorapulse é uma ótima opção! Você pode se engajar, programar e analisar, tudo de uma ferramenta, e tem a opção de trabalhar com vários usuários e perfis. Experimente!

Preço: Mensal, $59 para 2 usuários e 3 perfis, $99 para 5 usuários e 10 perfis. (Ou experimente o teste gratuito de duas semanas.)

Ps: Oferta especial para clientes brasileiros visto que o valor do plano é em dólar.

Captura-de-Tela-95

Publicidade nas Mídias Sociais

Agora, não existe nenhum número mágico para isso, e pode ser difícil recomendar exatamente o que gastar. No entanto, se você fizer for um pouco afundo em segmentação para o seu público, você pode fazer anúncios altamente eficazes sem esvaziar sua carteira. Testar e pesquisar as opções de publicidade do Facebook irá te ajudar bastante.

Preço: Dependente de cada situação

Depois de diminuir suas despesas, você pode achar que também pode baixar suas taxas o suficientes para permitir que você traga mais clientes, mantendo a mesma margem de lucro que você tinha anteriormente.

Por outro lado, diminuir suas despesas pode não ser suficiente. Você pode precisar mudar sua estrutura de preços tudo junto. Se você cobra pelo projeto inteiro, talvez mude por hora trabalhada ou vice-versa.

 Então, quanto você deveria cobrar?

Não há nenhuma fórmula mágica para descobrir qual é a estrutura de preços correta para seus serviços em particular, embora a maioria de nós gostaríamos que houvesse. Mas supridos com esta informação, e um pouco de tarefa de casa, você vai ser capaz de encontrar o que melhor funciona para você e seus clientes!

Publicitária, amante de marketing digital e relacionamento com cliente. Thiara juntou-se a AgoraPulse em 2015 para desenvolver conteúdo estratégico voltado ao mercado Brasileiro e Português. É responsável também pelo Atendimento ao Cliente e Web Marketing da empresa para países de língua portuguesa. Nas horas vagas gosta de falar de moda e esportes.