Não Clique no Botão Impulsionar Publicação no Facebook

Postado em Abril 28, 2016 de

Nao-Clique-no-Botao-Impulsionar-Publicacao-no-Facebook

Esse artigo é uma tradução e adaptação do original em inglês escrito por . Para ler o original clique aqui ou continue lendo em português.

Você tem uma página no Facebook?

Alguma vez você já clicou no botão Impulsionar Publicação para promover suas publicações?

Se sim, eu tenho uma notícia ruim para você :(.

“Impulsionamento de publicação” é um desperdício de seu dinheiro. Se você estiver impulsionando muitas vezes, você pode estar jogando muito dinheiro fora.

Por quê?

Neste artigo, vou mostrar-lhe exatamente o que “impulsionar publicação” é e por que você nunca deve usá-lo para promover o seu conteúdo no Facebook.

O que é Impulsionar Publicação?

Cinco anos atrás, a plataforma de anúncios do Facebook ainda estava em seus estágios iniciais e parecia complicada para muitos empresários.

Logo, em 2012, o Facebook apresentou uma maneira super fácil de patrocinar o seu conteúdo – “Impulsionar Publicação.” Com isso, você agora podia criar uma campanha sem sair de sua página no Facebook:

Facebook-advertising-example-Promoted-Post-2012

Alguns anos mais tarde “Promover Publicação” tornou-se “Impulsionar Publicação” e ganhou mais atualizações. Mas sua essência permaneceu a mesma – oferecendo uma maneira rápida e fácil de gastar dinheiro e alcançar mais pessoas com os suas publicações no Facebook.

Como o alcance orgânico entrou em colapso ao longo dos últimos anos, muitos proprietários de páginas estão aderindo a opção “impulsionar publicação” para que suas publicações de página apareçam para seu público.

Mas isso é uma boa ideia?

O que Acontece Quando Você a Impulsiona uma Publicação

Você vai em sua página do Facebook, encontra uma publicação que pretende promover, e clica em “Impulsionar Publicação.”

Você então, escolhe o seu público-alvo, orçamento e duração da campanha, e clica em “Impulsionar.”

Facebook-Boost-Post-target-audience-budget-and-duration

O que você talvez não saiba: O Facebook acaba de criar uma nova campanha de anúncio na sua conta do anúncio com o objetivo do “engajamento de publicação da página” (Page post engagement).

E é exatamente onde as coisas começam a ficar erradas…

Porque Você Não Deve Impulsionar suas Publicações

O Facebook otimiza suas campanhas, dependendo do objetivo que você escolhe.

Se seu objetivo é cliques em site, o Facebook vai otimizar cliques em links para o seu site. Se é Conversão no Site, o Facebook irá analisar aqueles que já foram convertidos e vai tentar alcançar pessoas semelhantes em primeiro lugar.

Mas se você impulsionar um post, o Facebook irá sempre, sempre otimizar apenas por mais engajamento de publicação– mais curtidas, compartilhamentos, comentários e assim por diante.

Assim, mesmo se você decidir impulsionar uma publicação com link, o Facebook ainda vai otimizar para o engajamento e não apenas para cliques em links.

Muitas vezes você verá anúncios ganharem muitas curtidas na publicação (especialmente aqueles com ampla segmentação), mas apenas uma fração das pessoas irão clicar no seu site:

Facebook-ad-campaign-with-Page-Post-Engagement-objective-example

Note: This was a link post promoted with “Boost Post.” You can see it received 2,791 post engagements (mainly post likes) yet just 141 link clicks.

Opções Limitadas de Segmentação

Se você perceber a segmentação no impulsionamento de publicação no Facebook, você tem três opções:

  1. Pessoas que curtem sua página – anunciando para todos os seus fãs
  2. Pessoas que curtem sua página e amigos deles – anunciando para todos os seus fãs e amigos deles
  3. Pessoas que você escolhe através da segmentação – anunciando para um público-alvo específico que você escolher

Vamos analisá-los separadamente:

Pessoas que curtem sua página:

Se você não fez um bom trabalho para atrair curtidas de alta qualidade (poucos negócios fazem), você estará imediatamente desperdiçando uma fração do seu dinheiro.

Pessoas que curtem sua página e amigos deles:

Não importa se você tem fãs super relevantes ou não, você ainda estará desperdiçando seu dinheiro – os amigos de seus fãs podem ser muitos

Portanto, não há absolutamente nenhuma maneira do Facebook ser capaz de encontrar as pessoas mais relevantes dentro disso. E é impossível  você adicionar uma camada adicional de interesse para tornar isso mais específico.

Pessoas que você escolhe através da segmentação:

Embora você possa escolher interesses específicos, as opções de segmentação são ainda muito limitadas.

Por exemplo, você não pode escolher quaisquer comportamentos. Você não pode usar a segmentação detalhada para alcançar as pessoas que estão interessadas em ambos Interesse A e Interesse B também. Além disso, você não pode incluir ou excluir os seus fãs ou públicos-alvo personalizados de sua segmentação.

Agora você percebe o que eu estou falando?

Não importa qual opção de segmentação você escolhe, você estará desperdiçando seu dinheiro. Quer se trate de 10% ou 30% de seu orçamento, isso pode contribuir para que você jogue muito dinheiro de publicidade fora.

E, finalmente, você não pode controlar os posicionamentos de anúncios que paga.

CTA-FB-PT

Nenhum Controle no Posicionamentos de Anúncios

Quando você está impulsionando publicações, você não pode escolher onde quer exibir seus anúncios – a opção padrão é sempre Feed de Notícias via Mobile e Desktop.

Você deve saber que o Facebook faz automaticamente uma monte de otimização para você. Na maioria das vezes os seus algoritmos irá tentar encontrar a forma mais barata para atingir um objetivo, mesmo que isso possa destruir seus resultados globais da campanha.

Por exemplo, se você selecionou vários países para o seu público-alvo, o Facebook pode, eventualmente, levar a maior parte do orçamento para os países mais baratos que estão obtendo os cliques mais baratos. O mesmo acontece com o sexo, idade e, sim – localização também.

Então, se você optar por anunciar em ambos feed de notícias (Mobile e Desktop), o Facebook pode empurrar tanto quanto 99% de seu orçamento de anúncio para celular (porque é muito menos dispendioso do que o feed de notícias do desktop) independentemente se você ganha vendas ou leads:

Facebook-Boost-Post-ad-placement-problem-mobile-optimization

Da minha experiência, mesmo se um site é responsivo e adaptada para dispositivos móveis, a taxa de conversão no celular é geralmente 2 a 3 vezes menor do que no desktop, a conversão móvel tende a ser menor, porque não é o meio mais conveniente para por exemplo preencher formulário de compra utilizando um dispositivo móvel. Se o site não é compatível com dispositivos móveis, pode ser ainda pior.
E assim se você escolher dois canais (algo que você não pode controlar ao escolher a opção “impulsionar publicação”), você provavelmente vai receber muito tráfego móvel que não converte em tudo ou converte muito mal.

O Que Você Pode fazer Sobre Isso?

Bem, pare de impulsionar suas publicações no Facebook, já é um começo.

Não importa qual público você quer alcançar – fãs da página, amigos de fãs, ou pessoas por interesse – você pode fazer tudo isso com mas eficacia se criar qualquer anúncio no Ads Manager ou Power Editor.

Mesmo que isso leve 10 minutos a mais do que de costume, você poderá escolher o objetivo de campanha mais adequado, selecionar o público-alvo muito mais relevante, e ter o controle completo sobre onde mostrar seus anúncios.

Combinadas, essas coisas vão resultar na economia de muito dinheiro de publicidade e um melhor ROI em suas campanhas.

No final, o seu objetivo não deve ser apenas obter mais engajamento, mas fazer com que as pessoas tomem uma ação – visitem o site, se inscreva em uma promoção, registre-se ou compre um produto – e você deve fazer tudo o que puder para alcançar esses resultados na forma mais efetiva.

E aí? Você vai aderir a esse artigo? Compartilhe conosco no comentário abaixo e compartilhe com seus colegas!

Publicitária, amante de marketing digital e relacionamento com cliente. Thiara juntou-se a AgoraPulse em 2015 para desenvolver conteúdo estratégico voltado ao mercado Brasileiro e Português. É responsável também pelo Atendimento ao Cliente e Web Marketing da empresa para países de língua portuguesa. Nas horas vagas gosta de falar de moda e esportes.