FIQUE EM CASA: faça um teste GRÁTIS do Agorapulse por 28 dias. Comece agora!
×

Escrito por Mariana Moreira

Última alteração: Março 27, 2020 às 7:29 pm

Como trabalhar em casa e garantir sua saúde emocional

Artigo escrito por Veronica Jarski. Para ler o original em inglês, clique aqui.

Trabalhar em casa pode ser incrivelmente gratificante e desafiador. Aqui damos algumas dicas sobre trabalho remoto para ajudar você a resolver diferentes problemas, sem importar se você trabalha em casa há apenas uma semana ou há anos.

Um dia, você está no seu trabalho, deslumbrante na sua roupa com caimento perfeito e tomando um café expresso.

Na semana seguinte, o mundo ficou de cabeça para baixo e agora você está na sua casa, com um laptop à sua frente e toda uma nova rotina de trabalho para se acostumar.

Estamos aqui para compartilhar algumas idéias sobre como fazer essa transição de um escritório para um home office. E se você está se perguntando o que torna este artigo diferente dos outros que você já viu por aí, eu vou te contar:

Mais importante, você está aqui no blog do Agorapulse, procurando idéias sobre como trabalhar em casa. E estamos aqui para oferecer nossos melhores conselhos sobre trabalho remoto.

Então vamos começar…

Ajuste sua mentalidade para trabalhar em casa

Quando você trabalha em casa pela primeira vez, pode ser necessário ajustar sua mentalidade. Afinal, sua casa é aquele lugar aconchegante, divertido, social e todas essas coisas boas. Isso ainda é verdade… mas, agora, sua casa também é onde você trabalha.

Então, como você se ajusta quando está cercado por tudo que remete à sua vida doméstica – e não à sua vida profissional?

Comporte-se como no seu trabalho “normal”

“Siga sua rotina matinal, tome banho, coma, faça exercícios, etc. Defina um horário de trabalho e cumpra-o.” (Scott Ayres, Cientista de Conteúdo de Mídias Sociais do Social Media Lab, EUA)

Você está trabalhando em casa, então foco no “trabalhando”.

História real: Muitos anos atrás, um vizinho me perguntou sobre meu trabalho e, ao ouvir que eu trabalhava em casa, disse: “Sorte sua! Se eu trabalhasse em casa, ia passar o dia inteiro assistindo TV e cochilando”.

“Você não iria trabalhar em casa por muito tempo”, eu disse, brincando (aham).

Você não ficaria vendo Netflix no seu escritório, nem iria trabalhar de pijama. Então, por que fazer isso em casa?

“Eu sei que usar pijama é o motivo pelo qual algumas pessoas trabalham em casa, mas para mim… Levantar, tomar banho e me vestir como se eu fosse de carro para o trabalho ajuda a consolidar meu foco no trabalho”. (Curt Ziegler, Suporte ao Cliente, EUA)

Crie uma rotina

“Somos o que fazemos repetidamente”, escreveu o famoso historiador Will Durant em sua épica série de livros “Story of Civilization”. “Por isso, a excelência não é um ato, mas um hábito.”

Treine para acordar no mesmo horário e se aprontar para trabalhar. Inclua todos os pequenos rituais que fazemos quando nos organizamos para o trabalho. Prepare seu café. Dê comida para seus bichos e passe algum tempo com eles. (Isso reduz o estresse.) Medite. Leia um pouco. (Mas não as notícias. Fique longe das notícias por enquanto.)

Os músculos têm memória, então você começará a se treinar para pensar nessas preparações como prêambulos para o trabalho.

Desde que comecei a escrever, eu tenho o mesmo ritual. E agora, quando eu o sigo, começo a escrever coisas automaticamente. Nunca tenho um bloqueio criativo. Meus dedos sabem que quando eu faço um passo e depois um outro passo, eu devo escrever na sequência. Não por superstição, mas por hábito.

Defina horários para o seu dia – mas deixe um espaço para manobras

Um dos maiores benefícios do trabalho remoto é que você pode ser mais flexível com as suas horas de trabalho.

Você gosta de dormir? Então comece o seu dia mais tarde e trabalhe mais à noite. Você é um madrugador? Aproveite as manhãs tranquilas para fazer o trabalho que exige mais concentração e tenha uma tarde mais leve.

Escolha a programação que funciona melhor para você. E siga-a na medida do possível.

Lembre-se de definir limites para essas horas também. Agora que você está em casa, você terá parentes e amigos que vão querer fazer encontros virtuais e longas sessões em vídeo, mas todos precisam entender que você está trabalhando em casa. Sua localização mudou, só isso.

Ser um pouco flexível também significa saber quando você está sendo mais produtivo.

Se você está tendo um dia super focado e está criando conteúdos para mídias sociais como nunca, vá em frente. Trabalhe um pouco mais hoje (aproveite esse momento de criatividade!) e, talvez, tente trabalhar um pouco menos amanhã. Ou, se você estiver enfrentando circunstâncias especiais que não permitirão que você termine no horário habitual, não force. Em vez disso, trabalhe mais tarde, quando isso for possível, em vez de trabalhar com a cabeça muito distraída.

benefits of remote work

Os benefícios do trabalho remoto: notas do retiro da Agorapulse em 2018

Pare de trabalhar em algum momento

Este conselho não contradiz o anterior. Alguns dias, você vai  trabalhar um pouco mais do que outros.

Só não transforme o excesso de trabalho em um hábito. Fazer horas extras constantemente não é bom para a sua saúde mental. (Você ainda pode trabalhar duro e fazer sucesso sem se cansar.)

Defina um horário para encerrar seu dia de trabalho. E obedeça.

Você pode até fazer algo que sinalize o final do dia de trabalho. Por exemplo:

“Eu tento sempre me vestir como se estivesse indo para um escritório – incluindo os dias de Casual Friday. Dessa forma, posso separar minha vida profissional da vida pessoal. Quando dá as 5 horas da tarde, eu volto a colocar uma calça de moletom.” (Lisa Kalner Williams, Gerente de Marketing de Produto, EUA)

Se você tem filhos, eles podem ser ótimos alarmes. Diga a eles que você vai jogar um jogo ou assistir a um filme com eles em uma determinada hora (ou seja, seu horário de parar). Eles vão lembrar e vir te buscar para te tirar do trabalho… o que, neste caso, é uma coisa muito boa.

Planeje-se com um objetivo em mente

Quando você trabalha remotamente, pode sentir-se pressionado por todos os seus e-mails, reuniões, demandas de clientes, etc. Tudo isso pode interferir na sua vida pessoal (especialmente porque o trabalho está em casa com você).

Planejar seu tempo de trabalho em casa ajuda muito.

Jenny Brennan, diretora de Inside Sales da Agorapulse, Irlanda, diz:

“Eu uso minha agenda para estruturar meu dia, incluindo intervalos e almoço. Eu também apago os aplicativos de mídias sociais do meu telefone de segunda a sexta, pois às vezes sou muito indisciplinada e distraída.

Eu sempre faço uma lista de ‘tarefas obrigatórias’ , ‘reuniões + pessoas’ e ‘pode esperar alguns dias’ para finalizar a minha lista. Também sigo uma dica da minha colega Hannah: Quando estou em uma call e aparece alguma coisa a ser feita, eu a envio para mim mesma e coloco na minha lista na Asana.

Tempo para aprender alguma coisa, conversas com os colegas e exercícios também são importantes para mim.”

Uma agenda pode servir para mais coisas do que apenas marcar reuniões:

  • “Coloque as ‘Coisas que você precisa fazer’ e ‘Coisas que você quer fazer’ na sua agenda.” (Emeric Ernoult, CEO da Agorapulse, França)
  • “Eu uso muito a técnica dos blocos de tempo e realmente os sigo. Eu me concentro em concluir essa tarefa e não faço mais nada. Se eu termino antes, vejo se tenho alguma tarefa mais rápida para fazer, senão, a minha recompensa é um pouco de descanso.” (Aaron Lee, Gerente Regional APAC, Vendas e Suporte ao Cliente, Malásia)

Cuide do seu corpo

Na situação atual, não podemos ir à academia ou encontrar os amigos para fazer caminhadas ou correr. Mas ainda podemos incluir atividades aos nossos dias e comer de maneira saudável enquanto trabalhamos em casa.

Mexa-se

“Parece bobagem, mas eu deixo minha água longe da minha mesa de trabalho de propósito, assim eu me forço a levantar e me mexer a cada 30 minutos.” (Ross Dunham, Suporte ao Cliente, EUA)

Essa dica do Ross não é nada boba. É uma maneira inteligente de incluir mais movimento no seu dia a dia de trabalho remoto.

Você também pode:

  • Usar uma mesa com regulagem de altura e trabalhar em pé. (Quando você faz isso, é mais provável que você se mexa para frente e para trás, para os lados… enfim, você se mexe. Você pode comprar uma cheia de tecnologia ou construir a sua própria, empilhando caixas ou aproveitando uma área alta, como o balcão da cozinha.)
  • Fazer exercícios na sua mesa enquanto responde emails. (Estou falando sério. Parece estranho no começo, mas você se acostuma. E agora que você trabalha em casa, não precisa explicar para ninguém o que está fazendo.)
  • Fazer pausas para se alongar. (Lembra de quando você era criança e ficava com sono na sala de aula? Sua professora falava para todos se levantarem, se alongarem em direção ao teto, depois em direção ao chão, etc., para fazer o sangue fluir. Parece que nossos professores do ensino fundamental sabiam de alguma coisa.) Existem várias extensões do Chrome que lembram você de alongar.
  • Fazer exercícios em vídeo. (Não os mesmos de sempre. Mas siga alguns bons treinos curtos no YouTube.)

Você também pode escolher mais de um local para trabalhar, assim você se movimenta:

“Encontre um espaço para o trabalho que precisa de mais concentração e outro para o trabalho normal (mas não a sua cama). Se adaptar pode ser divertido e útil para manter o foco.” (Paulo Barud, Vendas e Suporte ao Cliente, México)

Coma comidas saudáveis… e longe do computador

Nos filmes, sempre tem o estereótipo daquele viciado em trabalho que passa o dia comendo batatas fritas na sua mesa e fumando um cigarro atrás do outro (e ignorando os avisos que existem dinossauros enlouquecidos na ilha. Ah, não, isso é ficção científica).

Ficar curvado na frente do computador por longas horas e sem se importar com o que você come? Esse é apenas um mau hábito que se desenvolve muito, muito rapidamente.

Arrume um tempo para comer. Preste atenção ao que você come. Seja grato pelo que você come. Tudo isso irá te ajudar a ter um dia melhor.

Nós levamos a hora do almoço a sério na Agorapulse. Um corpo abastecido adequadamente = um corpo feliz = um trabalhador remoto feliz:

  • “Eu coloco meu horário de almoço na minha agenda para poder fazer um intervalo adequado para essa refeição”. (Anne-Maël Blanquet, Vendas e Sucesso do Cliente, Espanha)
  • “Faço questão de aproveitar meu intervalo completo para o almoço e tentar respirar um pouco de ar fresco, mesmo que seja apenas caminhar na parte de fora de casa por 5 minutos”. (Angelika Judge, Suporte ao Cliente, Irlanda)
  • “Eu apóio a pausa para o almoço! Normalmente eu faço exercícios de um DVD no almoço. Agora, com meu filho em casa, é um pouco diferente!” (Stephanie Sweeney, Suporte ao Cliente, EUA)

Coloque sua saúde mental como prioridade

Trabalhar em casa pode ser extremamente gratificante para as pessoas que escolheram isso. Para quem não tem outra opção, pode ser muito difícil entrar nessa mentalidade. Não importa em que situação você se enquadra, você ainda precisa tomar a decisão consciente de manter sua mente saudável.

O trabalho remoto, afinal, tem algumas características inerentes que podem ser difíceis às vezes.

challenges of working from home

Desafios do trabalho remoto: anotações de um retiro de trabalho da Agorapulse

Aqui vão alguns conselhos que abordam algumas preocupações comuns.

Entre em contato com outras pessoas

“Encontre um colega de trabalho remoto com o qual possa conversar todos os dias ou ajudar quando tiver dúvidas, como você faria com um colega no escritório!” (Jacob Hilpertshauser, Vendas, EUA)

Não se sinta sozinho como se estivesse em uma ilha. (Nada de bom acontece quando se está isolado em uma ilha. Lembra de “Jurassic Park”, “O Senhor das Moscas”, “Lost”…?) Mande uma mensagem para algumas pessoas com quem você trabalha e reserve um tempo para conversar um pouco.

Se você é o único proprietário da sua empresa, reserve um tempo nos intervalos para entrar em contato com um cliente ou até mesmo uma pessoa que não tem nada a ver com seu trabalho (mas lembre-se: é só por pouco tempo). Você vai precisar dessa conexão pessoal.

Na Agorapulse, sempre fazemos reuniões em vídeo.

Hora da confissão: quando eu comecei a trabalhar aqui, eu ficava com vergonha de ligar a câmera… e odiava fazer isso. Mas com o tempo, comecei a achar mais fácil superar toda essa coisa de “estou olhando para uma câmera” e ver a pessoa na minha frente. Parei de me preocupar com a minha aparência, eu sabia que estava apresentável o suficiente. Mas agora, eu me acostumei a ver o rosto dos meus colegas quase todos os dias, e essa conexão humana é extremamente importante para mim.

Se você quer se aproximar das pessoas, pense em usar vídeo para dar um toque especial.

Crie um espaço para o seu trabalho

“Encontre um espaço em que você se sinta confortável e não tenha muito barulho OU coloque os fones de ouvido. Mesmo que não tenha música tocando, é um ótimo obstáculo entre você e o que está acontecendo ao seu redor. Tenho fones de ouvido com cancelamento de ruído que estão sempre na minha cabeça, mas eu raramente escuto música. É apenas uma cortina entre eu e a minha filha.” (Sarah Hecker, Gerente da equipe dos EUA)

Defina limites

Nosso evangelista da marca, Mike Allton, dos EUA, tem alguns bons conselhos sobre como estabelecer limites:

“Meu melhor conselho para trabalhar remotamente, principalmente se você tem jovens humanos em casa, é dedicar um tempo para se planejar.

“Primeiro, você precisa criar uma programação para cada um e a apresentar a todos. Elas não precisam ser rígidas, com tarefas a cada 5 minutos, mas todos devem entender a que horas são as refeições e quando é hora de trabalhar. As crianças pequenas, em particular , que podem estar acostumados a um horário escolar, precisam de atividades, brincadeiras e ‘trabalho’ bem definidos.”

“Segundo, você precisa definir limites sólidos, tanto físicos como virtuais.”

“Se o seu escritório tem uma porta, isso é ideal. Isso ajuda a todas as outras pessoas da casa (incluindo outros humanos adultos) a entender que, se você estiver em seu escritório e a porta estiver fechada, elas não devem te incomodar, a menos que haja sangue envolvido.”

“O conceito mais desafiador de se comunicar é a ideia de que, embora estejamos todos no mesmo espaço ao mesmo tempo, precisamos nos separar em determinados momentos. Devemos respeitar o espaço de cada um, tanto física quanto audivelmente – o que significa não gritar nem brigar enquanto o papai está trabalhando.”

“O segredo é abordar essas situações, principalmente se o trabalho remoto for algo novo na casa, com delicadeza e paciência. Se todo mundo tentar se esforçar, haverá impactos e frustrações, mas isso ficará mais fácil a cada dia.”

Preste atenção ao que você escuta

O que está chamando sua atenção? Se você está sempre ouvindo notícias durante seu trabalho, está apenas adicionando estresse ao seu dia. Mesmo se você não estiver conscientemente refletindo sobre cada trecho das notícias, vai começar a contrair os músculos e a se sentir tenso. A solução é fácil: não caia na tentação de ficar ouvindo um oceano de más notícias.

Em vez disso, ouça em alto volume a música que te traz bons sentimentos e te inspira a encontrar alegria no seu dia. (Ultimamente, eu tenho escutado os sensacionais vídeos do famoso violoncelista Yo-Yo Ma no Facebook, chamados #SongsofComfort.)

Descobrir novas músicas também é divertido. Você pode encontrar diferentes tipos de listas de reprodução no Spotify, incluindo ruídos de fundo para imitar cafés, restaurantes e lanchonetes barulhentos. Trilhas sonoras e instrumentais funcionam melhor para trabalhos que exigem concentração, porque você não se distrai com as letras.

Para concluir

Se você já trabalha em casa faz tempo, espero que essas dicas possam te fazer analisar o que está funcionando bem e o que não está no seu dia a dia. Se você é novo na vida remota profissional, espero que tenha encontrado algumas idéias para começar a estabelecer uma rotina saudável de trabalho e trabalhar sem muito estresse.

Quer melhores resultados nas suas redes sociais?
Cadastre-se na nossa newsletter mensal em inglês e receba dicas sobre as plataformas que você mais usa.
et, mattis libero. tristique nec porta.